Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

20/02/2014

Obras para requalificação do prédio da "Ginjinha" em Lisboa não afectam loja, diz vereador


In LUSA/I online ()
«O projeto de requalificação do prédio onde se situa a “Ginjinha sem Rival” não afeta a loja centenária, disse hoje o vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado.

“A Câmara de Lisboa só aprovou a obra do rés-do-chão para cima. Não há nenhum projeto que afete a ‘Ginjinha’ e já comunicámos isso ao proprietário”, referiu Manuel Salgado à Lusa.

“Não está nenhuma obra prevista que implique que [a loja] seja desalojada”, acrescentou.

O vereador falava na sequência da denúncia do contrato do arrendamento por parte do senhorio da “Ginjinha sem Rival”.

Lembrando que aquele estabelecimento está classificado como património da cidade, Manuel Salgado reafirmou que as obras previstas no projeto aprovado pela autarquia (para instalar um aparthotel) “não implicam de forma alguma” o encerramento daquela loja.

Contactada pela Lusa, a advogada que representa os proprietários do prédio, Catarina Barata, disse que os seus clientes pretendem “respeitar na íntegra” a decisão da Câmara de Lisboa.

Quando confrontada com as declarações do vereador, a advogada disse apenas que o projeto aprovado “não implica a demolição [da loja] e isso será respeitado”.

Em dezembro, o atual gerente da “Ginjinha sem Rival” e bisneto do fundador do estabelecimento foi informado pela empresa proprietária do edifício que tinha “seis meses para desocupar a loja”, o que o apanhou de surpresa.»

...

Obrigado pelo esclarecimento, Vereador Manuel Salgado, sendo assim, a Ginjinha é NOSSA! Salute!

1 comentário:

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

Mas de qual é que se trata. As fotografias são diferentes. É a do Rossio ou a que vende, tb, o famoso Eduardino?

De qq forma, óptimas notícias