20/09/2014

Adeus às palmeiras do Campo das Cebolas


Chegado por e-mail:

«olá, as palmeiras do campo das cebolas estavam a ser tratadas contra o escaravelho.
depois reparei que os tubinhos com o "antibiotico" que estavam agarrados aos troncos desapareceram.
estão praticamente todas mortas.
depois vi o plano de requalificação da coisa e não aparece nenhuma palmeira.
não há coincidências.
daniel»

7 comentários:

Anónimo disse...

Já tinha sido noticiado que iam ser todas deitadas abaixo para lá serem plantados exemplares exóticos.

Coisas de arquitectos do regime, que é como quem diz Carrilho da Graça.

Rosa disse...

Pensei que essas estavam a ser alvo de uma experiência, um tratamento novo com uns fungos que, eventualmente, matavam o escaravelho. Afinal....

http://cheirar.blogspot.pt/2013/10/desolacao.html

Rui disse...

Porca miséria. O Campo das Cebolas já não vai ser o mesmo!
O exotismo que aquele lugar transmitia já foi..!

Estou muito desiludido com o Carrilho e com a Câmara de Lisboa.

Manuel Queiroz disse...

E o que vai acontecer aos candeeiros antigos? Alguém sabe?

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

As palmeiras do jardim de Santos foram abandonadas e morreram todas.

Bic Laranja disse...

Como a oliveira trasladada da Azinhaga polvilhada de Saramago. Secam tudo, estes gajos...
Cumpts.

Ines B. disse...

Já escrevi para a Liga Portuguesa da Natureza para ver se têm algum conhecimento do assunto e se têm alguma acção planeada.