...

...

29/12/2014

Ainda sobre os palácios históricos de Lisboa

Este palácio deveria ser considerado um ex-libris da capital. É hoje uma pré-ruína. Abandonado, aviltado e esquecido. Fachadas destas não são frequentes em Lisboa, aliás, esta é única. A desfaçatez das autoridades é insultuosa. Nada fizeram para travar a incúria. Lisboa perderá, se nada se fizer urgentemente em contrário, um dos seus palácios mais emblemáticos. Palácio do Patriarcado, Campo Santana, Lisboa 29/12/2014.

O ridículo edital a dar conta da intimação ao proprietário para que este realize obras de conservação. Desde Março de 2014 até agora, nada foi feito. Não só este papelinho foi ignorado pelo proprietário, como as autoridades ao procederem à sua afixação passaram a achar que a sua obrigação estava cumprida. É caso para se dizer que em Lisboa, palavras leva-as o vento, estejam elas escritas ou não.

A confrangedora imagem do não menos confrangedor edital da CML. Uma folha A4 colada na porta com fita cola que se usa para as caixas das mudanças. Convenhamos que não será muito convincente para quem acha que este palácio deve ser salvo e valorizado.

Esta é uma das várias janelas partidas. Outras há que estão abertas. Afinal na modorra do clima adormecem-se consciências. A gestão de Lisboa está em falência absoluta. 

1 comentário:

Julio Amorim disse...

Este caso é uma absoluta vergonha !!