...

...

01/12/2014

Pedido de ponto de situação à DGPC sobre Atelier-Oficina Ricardo Leone


Exmo. Senhor Director-Geral do Património Cultural
Dr. Nuno Vassallo e Silva


C.C. GAB SEC, CML/VCVP

No rescaldo da nossa conferência “Lisboa Entre Séculos – A Arquitectura Ameaçada dos Séculos XIX e XX”, que se realizou em Abril passado, e no seguimento das várias iniciativas desenvolvidas até ao momento em memória do legado do Arq. Manuel Joaquim Norte Júnior na cidade de Lisboa e dos 135 anos decorridos do seu nascimento, designadamente:

· “Colóquio Norte Júnior ou o Triunfo do Ecletismo”, organizado pela Universidade Autónoma de Lisboa e pelo Instituto História de Arte da Universidade Nova em 20 e 21 do corrente;
· Quatro passeios guiados, organizados pelo Fórum Cidadania Lx durante 2014, sob os lemas “A Graça Operária e o Arq. Norte Júnior” (21.6.2014), “Os Palacetes Premiados de Norte Júnior” (28.11.2014), “A Arquitectura Ameaçada dos Séculos XIX-XX, a Avenida da Liberdade, o Bº Barata Salgueiro e o Arq. Norte Júnior“ (27.9.2014) e “A Avenida da República & Arq. Norte Júnior” (22.11.2014);
· Mapa-Roteiro Norte Júnior, da autoria do Fórum Cidadania Lx e à disposição de todos os interessados, em https://www.google.com/maps/d/viewer?mid=zxByhOdTWw2Q.kcEcoE5PYu94, com todo o legado do Arq. Norte Júnior ainda existente em Lisboa;

E do que nos foi dado a conhecer localmente no decurso destas iniciativas, somos a solicitar a melhor atenção de V. Exa. para a necessidade de dignificar e dar a conhecer ao grande público a obra e a “Oficina de Vitrais e Mosaicos de Arte” de Ricardo Leone (1891-1971), principal responsável pela revitalização da arte do vitral em Portugal, no início do século XX.

Um vez que esse atelier-oficina, sito na Rua da Escola Politécnica, nºs 227-229, está sob a responsabilidade da Direcção-Geral do Património Cultural, e por esse motivo solicitamos ainda a V. Exa.:

1. Ponto de situação sobre a oficina, designadamente quanto ao seu estado de conservação, inventariação in situ, segurança anti-roubo.
2. A organização de uma visita guiada ao espaço.
3. A análise e ponderação, dada a exiguidade do espaço e a necessidade de preservação do mesmo, da sua eventual abertura permanente ao público, quiçá pela criação de uma equipa de projecto na DGPC, que ficasse encarregue de, entre outras coisas, a segurança e a manutenção do local, a reformulação espacial com eventual utilização do jardim, e a disponibilização de conteúdos
on line, no site da DGPC, abrangendo a obra produzida por Ricardo Leone nos edifícios e conjuntos classificados.

Colocando-nos à disposição da DGPC para a ajuda que for necessária, dentro das nossas limitações, iremos em breve incluir o atelier-oficina de mestre Ricardo Leone no roteiro acima já elaborado para o legado de Norte Júnior em Lisboa, e nas demais ferramentas de inventariação e divulgação da arquitectura e do património de transição da cidade de Lisboa, que iremos desenvolver durante o próximo ano.

Com os melhores cumprimentos.


Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Luís Marques da Silva, Fernando Jorge, Jorge Pinto, António Araújo, Inês Beleza Barreiros, Miguel de Sepúlveda Velloso, João Oliveira Leonardo, Júlio Amorim, Virgílio Marques e Jorge Santos Silva

Sem comentários: