...

...

12/12/2014

Rua dos Correeiros - esplanadas


Exmo. Senhor Vereador
Dr. José Sá Fernandes

Renovamos o nosso protesto pelo facto da CML continuar a permitir o caos nas esplanadas da Baixa, mormente nas da Rua dos Correeiros, Rua Augusta, Rua de São Nicolau e Rua das Portas de Santo Antão, fazendo tábua-rasa da legislação camarária (regulamento) produzida recentemente e oportunamente pela própria CML, e que então elogiámos.

De facto, como as imagens em anexo documentam, na circunstância tiradas ainda ontem na Rua dos Correeiros, proliferam os mega-menús no meio da via pública, a desqualificação do espaço público, mobiliário de péssima qualidade, etc.

Cremos que esta situação nos envergonha a todos, desde logo a uma capital que se pretende destino turístico de eleição. Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho e Fernando Jorge

...

Resposta da JF Santa Maria Maior:

«Exmos. Senhores,

Na sequência da reclamação recebida foi realizada a fiscalização às esplanadas e restantes dispositivos de ocupação de espaço público na Rua dos Correeiros.

Já conhecíamos este problema e temos vindo a desenvolver algumas ações de sensibilização junto dos comerciantes, de forma a serem respeitadas as áreas licenciadas, nomeadamente a distância de 1,90m às fachadas. Esta medida tem por base a necessária distância de segurança entre esplanadas para ser assegurada a passagem dos transeuntes e dos veículos de emergência. Infelizmente o trabalho não tem tido resultados profícuos.

Nesta conformidade, por se verificar que a sensibilização não resultou, informámos a Polícia Municipal deste facto, aguardando-se assim os respetivos autos de notícia e consequentes contraordenações.

Agradecemos a vossa colaboração. É nossa prioridade a melhoria das condições de ocupação e das acessibilidades do espaço público.

Com os meus cumprimentos

Célia Mota, Eng.ª Civil
Chefe de Divisão de Gestão Territorial
Junta de Freguesia de Santa Maria Maior»

4 comentários:

Julio Amorim disse...

Pois....foram décadas a aturar os vendedores de "haxixe", agora substituídos por este pessoal de menu colorido debaixo do braço.

Anónimo disse...

O senhor doutor Sá Fernandes tem o local de trabalho muito longe dali, nunca por ali passa (pois leva o almocinho para o trabalho numa lancheira), assim como todo e qualquer funcionário da cmL sob sua esclarecida orientação, caso contrário já tinha resolvido o problema.

Anónimo disse...

concordo e digo mais: espero que o "menú" da casa das bandeiras tenha também a mesma sorte dos mega-menús.

Anónimo disse...

E a abordagem que os empregados (ou os proprietários) dos restaurantes fazem a quem por ali passa também é muito própria de um terceiro-mundismo absolutamente indesejável...