29/06/2009

WHERE TO LIVE ? THE MOST LIVEABLE CITIES INDEX.

Para não ser tudo negativo, uma das melhores revistas da actualidade, a "MONOCLE" elege este mês as melhores cidades do mundo para viver. Lisboa aparece na 25ª posição. Aconselho a leitura.

"Our 2009 survey of the top 25 cities for quality of life: who’s improved, who’s slipped and who’s dropped out of Monocle’s global ranking of the places that have it sorted."

7 comentários:

Anónimo disse...

De acordo com a revista, Lisboa classifica-se num bom lugar, mas os niveis de crime ainda é elevado. Esta é uma análise completamente descabida. Comparada com as outras 24 cidades no top 25, Lisboa é das mais seguras!

FJorge disse...

Lisboa ficou na última posição! Tendo descido da posição 24 que tinha em 2008!

Carlos Leite de Sousa disse...

Caro F.Jorge, a análise não é feita a 25 cidades, mas a centenas delas. 25ª posição num mundo com milhares de cidades penso que é uma classificação positiva. Para além disso o relevo dado às 25 é sempre positivo quer em termos turisticos, como de imagem e em termos económicos. Opto por ver o copo "meio cheio" em vez de "meio vazio".

Anónimo disse...

the ranking of mercer consulting seems a lot more credible... besides having been around for a while.

Anónimo disse...

Bem, eu vivo cá e sei o que é Lisboa melhor que a Monocle.

Sei o que é chegar atrasado a algo importante por causa do trânsito caótico, sei o que é o desleixo, sei o que são os buracos na faixa de rodagem e nos passieos, sei o que é o estacionamento selvagem, sei o que é a cidade antiga com a maioria dos prédios a necessitar de obras urgentes, sei o que são os bairros degradados, sei o que são os espaços verdes na generalidade sujos e degradados, etc, etc.

Apenas sugiro que talvez por um monóculo não se consigam avaliar as coisa adequadamente...

Já agora, o «link», caso exista, era bem-vindo.

Cidadão preocupado disse...

Qual o denominador comum nas cidades melhor colocadas?
Talvez o facto de serem cidades desenhadas para pessoas e para a mobilidade suave e transportes públicos e não para automóveis.
Isso implica menos poluíção, mais vida nas cidades, mais espaços verdes.

Carlos Leite de Sousa disse...

Concordo que Lisboa tem problemas graves tais como um trânsito por vezes caótico, estacionamento irregular por toda a cidade, sistema de recolha de lixo mediocre. Mas também tem melhor qualidade do ar do que Tóquio, melhor clima do que Londres, melhor trânsito do que Roma, mais segurança do que Los Angeles. Os problemas devemos tentar resolvê-los. Com vontade não é dificil. E devemos saber apreciar o que temos de bom.