29/07/2010

Monsanto,terrenos onde se realizou o festival Delta Tejo.Apenas alguns exemplos.














15 comentários:

Anónimo disse...

V-E-R-G-O-N-H-A !!!!!!

João Oliveira Leonardo disse...

Eu não diria vergonha, eu diria falta dela porque se os responsáveis pelo estado em que aquele espaço ficou fossem capazes de sentir essa emoção não o deixavam assim!

Anónimo disse...

Exemplos de "bom" civismo, da parte dos utentes e da CMLisboa, principalmente a grande culpada...

Rui Mateus.

Anónimo disse...

Mais um motivo para o evento "Limpar Portugal". Pena é que os responsáveis pelo festival não sejam tão profissionais a certificar-se da limpeza do local como a gabarem-se do êxito do festival.

Anónimo disse...

no jornal Público diz assim a propósito de um dos espectáculos do festival e do seu "grade exito":
"Lisboa,festival Deltatejo,dia 4 de Julho, ás 21,55.
CERCA DE 100 PESSOAS" (presentes no espectáculo).
Publico,critica de Musica 6 de Julho 2010.

No sabado teve mais gente mas até o êxito deste evento é ampliado para justificar a sua presença no local.Tem "pouca" gente e suja e estraga demais.è uma festa da Delta , maioritariamente para a Delta e seus clientes.Que nós ajudamos a pagar.
Esta gente,CML, porque a Delta faz o seu negócio á nossa custa, não tem a mínima vergonha.

No topo dos sem vergonha está o Sr. Vereador Sá Fernandes e os responsáveis por Monsanto.

João Pinto, praticante de corrida diaria em Monsanto-Lisboa

Anónimo disse...

Parabéns ao Zé.

Só depois de lá estar o Zé que fazia falta estas maravilhas ocorrem à vista de todos.

Anónimo disse...

Monsanto,jardim botânico, relvados Torre de Belém,principe Real...pobres espaços verdes.lá se vão arranjando uns poucos jardinzecos que até ficam mais ou menos e uns quiosques.De resto o SR.JSF só faz asneira.Será apenas incompetência?
Que falta de tudo,já não é só vergonha.

Filipe Melo Sousa disse...

Devia haver um dia por ano para os 10.000 funcionários da CML largarem o MSN e irem recolher o lixo. Bastava isso para a cidade ficar limpa.

Anónimo disse...

Ou então ir lá a Plataforma Monsanto limpar.

Lá fora tenho a certeza que seria o que se faria, por cá é só verborreia do costume.

Xico205 disse...

Porque "lá fora", não há lixo! lol

Anónimo disse...

Anónimo das 11,01,

essa é boa, uns sujam e os outros vão limpar, a que propósito?
Quando foi da operação limpar Portugal tiraram-se de Monsanto toneladas de lixo, fez-se o trabalho que os funcionários da CML deveriam fazer, se os deixassem trabalhar e lhes dessem condições para tal.Mas sobretudo fez-se o trabalho duma empresa privada que ganha milhões para limpar o parque e não o faz.
A delta é privada, faz um festival privado e comercial,ganha dinheiro com isso.A CML autoriza e fiscaliza, e os seus altos funcionários mendigam convites para eles e para a familia. todos se divertem e estragam e os da plataforma é que iam limpar a merda que os outros fazem.
Obrigado á Plataforma pelo trabalho que faz, não fossem eles e o Monsanto estaria reduzido a metade.

Anónimo disse...

Quando será o Zé condecorado?

Ninguém fez o que ele faz.

Luís Alexandre disse...

Certamente que o local desta foto é em Cabul, no Afeganistão e não em Lisboa.
Parece um cenário de guerra!!!

Anónimo disse...

SÓ ACABAMNDO COM OS EVENTOIS NO LOCAL, JÁ QUE NÃO SE PODE ACABAR COM A INCOMPETRÊNCIA DA CML

Raul Nobre disse...

Na Suécia (lá vem este outra vez com a Suécia), a autarquia paga uma certa quantia por cada garrafa ou lata ou caixa que seja entregue em determinado local da cidade. Isso dá como resultado, que logo que termina um festival, há dezenas e dezenas de jóvens a apanhar aquela lixarada para assim ganharem uns cobres. Nas 24 horas seguintes está tudo limpo. Ganham os jóvens e ganha a autarquia.