Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

11/10/2013

Bairro Azul - O comércio do bairro está a renascer!


Chegado por e-mail:

«Dezenas de moradores e comerciantes do Bairro Azul voltaram a chamar a atenção da Câmara Municipal de Lisboa (CML) para a situação do comércio deste bairro tradicional onde existem cerca de 100 estabelecimentos, 20 dos quais ainda encerrados.

Em e-mail enviado à CML, referem que nos últimos meses é visível uma revitalização do comércio do Bairro, com a abertura de diversas lojas de qualidade. No entanto, para dar nova vida ao comércio do Bairro Azul, moradores e comerciantes consideram que é necessário que a CML continue a investir na requalificação do espaço público do Bairro e na sua divulgação.

De entre as propostas apresentadas à CML foi solicitada, já para este Natal, a instalação de iluminações nas árvores do Bairro, como forma de atrair ao Bairro mais pessoas, nomeadamente os turistas que se alojam na sua periferia e se deslocam a pé para a Fundação Gulbenkian, Parque Eduardo VII, etc.

Para que o Bairro se torne, de novo, um local agradável para visitar, onde apeteça vir passear e fazer compras, os moradores e comerciantes solicitam também à CML que reforce a limpeza e o arranjo dos passeios e das ruas do Bairro. Apoiar os comerciantes ao nível das obras a realizar nos seus estabelecimentos e na melhoria das esplanadas é também outra das propostas apresentadas à CML, sugerindo-se a instalação de modelos de mobiliário urbano que reforcem o carácter Art Déco deste bairro “Zona 30”, classificado desde 2009 como Conjunto Urbano de Interesse Municipal.

A Comissão de Moradores do Bairro Azul»

1 comentário:

JOÃO BARRETA disse...

Aqui temos um caso, fazendo fé no teor do mail, em que os comerciantes, empresários, investidores estarão a fazer, e bem, a sua parte. Cada vez mais tem de se "acarinhar" quem investe no comércio de proximidade. Desconheço se foi a CML que os conseguiu atrair e os incentivou a investir, mas sei que terá de ser a CML a criar as condições necessárias para que estes se mantenham e possam vir mais. Urbanismo Comercial também é co-responsabilização e (auto)sustentabilidade.