Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

07/10/2013

Publicidade "Centrum" na Praça Saldanha

















Este tipo de publicidade autorizada pela CML é de critérios visuais muito discutíveis. E sobretudo, que não contribui para o respeito para com o património monumental lisboeta.

Até quando vai o executivo camário pactuar com estas "instalações" de publicidade?...

14 comentários:

Carlos Medina Ribeiro disse...

Embora eu não concorde com o artifício, até compreendo que muita gente tenha votado no actual executivo da CML para "derrotar o governo".
O que já me custa a engolir é quando essas pessoas me vêm dizer que o fizeram devido à elevada competência dos eleitos!
E, mais ainda, quando especificam, e promovem os vereadores do Espaço Público e da Mobilidade (então este, meu Deus!!!) a exemplos de bons e eficazes autarcas!

Anónimo disse...

peço ao autor deste artigo que detalhe quais os critérios "visuais" a que se refere na análise desta estrutura publicitária, um pequeno aparte... a fotografia acima apresentada não é inocente.
Por ultimo, tendo em conta os estado lastimoso em que se encontra a nossa cidade, o vosso valioso contributo é útil para assuntos menos... efémeros

Francisco

Anónimo disse...

Nada para nos admirarmos se, amanhã, no Largo de Camões ou na Rotunda do Marquês de Pombal, instalarem uma airosa publicidade às lentes Essilor ou ao shampô Loreal, respectivamente.

Filipe Melo Sousa disse...

Acontece que a publicidade discreta não é tão bem paga. Quem paga a diferença para tapar o buraco das contas públicaS? O autor do post talvez?

Anónimo disse...

Caro Francisco,
se se refere ao ângulo da imagem de facto até pode não ser inocente mas não é um ângulo impossível. Tem ideia qual seria o melhor ângulo para esta imagem, alguma sugestão de como esta publicidade pode ser fotografada sem que pareça aquilo que é... um horror?
O estado lastimoso da nossa cidade faz-se de pequenas coisas efémeras como esta que se acumulam em grandes coisas efémeras mas que já não são tão efémeras no final, não é verdade?
Tudo, por mais pequeno ao maior (que é aqui denunciado também) tem importância e deve ser aqui destacado. Não há lutas menores!

Anónimo disse...

Tem razão, esta publicidade não é bonita, mas é temporária e paga contas... O mamarracho atrás porém, infelizmente vai ali ficar por muitos anos. É mais um prego no caixão da praça do Saldanha que tão mal tratada tem sido nas ultimas décadas. Para mim esse é o trabalho de "formiguinha" que este blogue deve continuar a fazer, denunciar estes atentados... por Lisboa

Francisco

CAP CRÉUS disse...

Ainda se vissemos alguma coisa limpa e arrumada à custa do dinheiro que entra por causa destes nojos...
Mas nada disso, tudo continua na mesma. Sujo, abandonado...

Carlos Medina Ribeiro disse...

Parece que há quem se insurja contra o "ângulo escolhido para a foto"! Ou seja: Saldanha devia ter sido, então, fotografado de rabo!

Quando se prepara uma intervenção com impacto num espaço público (devia ser o caso dos monumentos nacionais) é de boa regra, até, fazer simulações em computador, para poder ser apreciada de todos os ângulos (como, depois, vai suceder na realidade).
Neste caso, isso é dispensável, pois a foto foi tirada no enfiamento do grande eixo da Fontes Pereira de Melo.

Mas isso, como se vê, é pedir muito, pois o lisboeta-típico é o que acha isto "muito engraçado" e, se quiser armar em esperto, pergunta, filosoficamente: "O que é a estética?".

Outros, acham que a CML precisa de dinheiro, pelo que pode até vender os Jerónimos, alugar a Torre de Belém e rifar o Panteão Nacional (para pagar o ordenado a autarcas como os que permitem estas maravilhas).

Anónimo disse...

Aquilo foi ali posto para os turistas que passam naqueles autocarros como um que ao fundo se vê recomendarem ao Monocle e a Woody Allen a nossa capital. Eles (a Monocle e Woody Allen) vão simplesmente ádórár.

Anónimo disse...

Não confunda as coisas, Sr. Ribeiro nem brinque com coisas sérias, isto não é claramente a mesma coisa do que vender os Jerónimos... Insisto, já que o senhor parece não entender, esta foto não é inocente é tirada de um ponto de vista inferior com o propósito especifico de apresentar este objecto publicitário com uma dimensão aparente maior do que realmente tem. Note eu não pretendo defender este objecto, pelo qual não tenho nenhum amor, acho apenas curioso ver tanta indignação. mas enfim provavelmente se a câmara fosse de outra cor o Sr. vereador teria outra opinião...
quanto á fotografia de rabo... engraçado!

Francisco

Anónimo disse...

por engano meu associei o senhor Carlos Medina Ribeiro á profissão de vereador na C.M.L.
Peço desculpa ao senhor Carlos Medina Ribeiro e ao blogue e seus leitores pelo meu erro grosseiro.

Francisco

Anónimo disse...

Deviam esclarecer aqui os descrentes se a foto foi tirada por alguém dentro de um buraco existente na praça, por um fotógrafo de cócoras, ou deitado no chão, ou situado num local onde não há acesso autorizado a pessoas, ou praticando outra habilidade que não me ocorre de momento.

Anónimo disse...

Caro Francisco,
ou mostra-nos que houve truncagem da fotografia ou informa-nos em que ângulo se pode fotografar este "objecto" de forma que não o represente como ele é, um perfeito horror!

JJ disse...

Tanta bílis cuspida por algo tão efémero e inofensivo. Há iniciativas similares em todas as cidades europeias, só aqui é que se gasta esta quantidade de latim e de comentário quando há outras coisas tão mais importantes para discutir, como por exemplo como travar a fuga de população da cidade.