Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

07/10/2013

Este painel foi destruído. Como é que isto é possível?!


Sexta-feira passada, foi notícia revoltante, via Oficina do Castelo (de Mestre Querubim Lapa, em foto abaixo)) e S.O.S. Azulejo, a destruição (será que foi mesmo partido? será que foi desmontado porque a fachada ao nível do R/c está em obras (não se sabe muito bem do quê...?) deste magnífico painel de azulejos publicitários na fachada da pastelaria Bola Cheia, na esquina da Av. Cinco de Outubro com a Av. Visconde Valmor. Este painel (foto: Miguel Jorge), juntamente com o seu painel irmão do outro lado da porta formam um raríssimo painel Arte Nova, único em Lisboa.

Posto isto, pergunta-se:

1. Este painel está inscrito no Inventário Municipal do Património, pelo que a obra deverá ser ilegal e um crime de lesa-património à cidade. Se assim é, de que está à espera a CML para mandar fechar a pastelaria (ou o dono do prédio) e puni-la exemplarmente?
2. A CML tem em vigor o Programa PISAL desde há mais de 2 anos. Que foi feito de concreto em termos de sensibilização junto do proprietário da pastelaria (ou do prédio)?
3. Este painel foi referenciado em proposta aprovada pela CML (http://www.cidadaosporlisboa.org/index.htm?no=59100000961,053) em matéria de Azulejos Publicitários. Que fez a CML desde então para executar o que aprovou em reunião de CML?
4. Durante os últimos anos, que fez a Junta de Freguesia em prol da manutenção deste painel, um dos raríssimos objectos patrimoniais de relevo de facto no limite geográfico da Junta de Freguesia respectiva?
5. Embora não seja competência efectiva de uma associação de moradores, a verdade é que a Associação de Moradores das Avenidas Novas deveria ter intervindo preventivamente.
6. C0MO É POSSÍVEL QUE ALGUÉM CONSIDERE QUE ESTES PAINÉIS SÃO UMA MENOS VALIA DE UM ESTABELECIMENTO DE RESTAURAÇÃO E NÃO UMA MAIS VALIA DO MESMO, QUE DEVIA SER ESTIMADA E PROMOVIDA?!

Chegados aqui, que dizer? M****.

1 comentário:

Anónimo disse...

A foto atribuída a Miguel Jorge foi retirada daqui: http://mfls.blogs.sapo.pt/56021.html, sem que fosse mencionada a sua origem ou respeitado o copyright ali mencionado.