Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

02/10/2013

Contra os carros na zona histórica, marchar. Todo o meu apoio:


In O Corvo (2.10.2013)
Texto e fotografia: Luís Filipe Sebastião

«MENOS CARROS NOS BAIRROS HISTÓRICOS DE SANTA CATARINA E BICA

Alargamento da zona de acesso condicionado deve entrar em funcionamento ainda este mês, mais de dois anos após decisão do executivo municipal. Só entram veículos autorizados ou de moradores.

Plásticos negros cobrem os sinais de trânsito, mas a antena de “portagem” e a câmara de vigilância deixam antever que a circulação automóvel vai passar em breve a ser condicionada na envolvente dos largos Barão de Quintela e do Calhariz. O ainda vereador da Mobilidade na Câmara de Lisboa, Fernando Nunes da Silva, adianta que se trata do alargamento da zona condicionada de Santa Catarina/Bica.

A zona de acesso automóvel condicionado de Santa Catarina/Bica foi criada pela Câmara de Lisboa em Maio de 2004. Ano e meio depois do condicionamento do acesso a veículos no Bairro Alto e Alfama, esta zona histórica da cidade passou também a ser controlada, através de pilaretes retrácteis, a veículos estranhos. Daí para cá, a autarquia alargou a medida ao Castelo e Madragoa, bairros históricos da capital onde a entrada de viaturas é reservada para moradores e casos excepcionais, como as cargas e descargas....»

4 comentários:

Anónimo disse...

Excelente notícia! Caricato são os milhares de pilaretes colocados, mas é mesmo a única maneira de controlar automobilistas selvagens...

Anónimo disse...

Excelente notícia. É um prazer andar naquelas ruas.

Filipe Melo Sousa disse...

Eh eh, fazem tudo para afugentar os moradores de Lisboa. Depois ficam muito admirados que os prédios estão a cair e são demolidos. Queixem-se que a cidade fica entregue aos grafitis e vandalismo.

Anónimo disse...

@Filipe (mar)Melo Sousa

já sabemos que o teu sonho é morar numa estação de serviço, bem no meio de uma autoestrada. bom proveito.

e o que tem a ver "acesso por automóvel condicionado" (é disso que se trata) com prédios em ruína e vandalismo?
é só passares pelas zonas de acesso condicionado há já vários anos para veres que só só dizes asndeiras.