Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

10/10/2013

Demolição iminente Rua Andrade ns. 17 a 29


Chegado por e-mail:

«Exmos Srs.

Sou um leitor regular do vosso blog, que muito admiro, esta é no entanto a minha primeira colaboração.

Envio em anexo foto de um edifício que temo irá desaparecer nos próximos dias, transcrevo também a curta trocas de palavras que assisti, entre uma transeunte e o o encarregado que coordenava a pintura de um passadeira no chão para desvio do transito pedonal.

Transeunte - Estão a pintar uma passadeira aqui no meio da rua?
Encarregado - É para desviar os peões, por causa da obra...
Transeunte (olhando para o prédio) - Ah... vai recuperar o prédio...?
Encarregado (surpreendido com uma palavra que desconhece) - Recuperar?... Não! Vai abaixo!
Transeunte (incredula) - O quê!!!!! Vai mandar este prédio abaixo???
Encarregado (com a mania que é engraçado) - Eu não... os homens que trabalham para mim. Eh, eh!
Transeunte (voltando a olhar para o prédio) - Que pena... (e afasta-se encolhendo os ombros)

Este diálogo tristemente verídico, evidencia o desprezo a que está votado o nosso património.

Cumps.

Géry Leulit»

6 comentários:

Anónimo disse...

A Helena não sabe responder?
Vamos perguntar ao Salgado, já que o Costa tem muitas coisas importantes para tratar.

Anónimo disse...

A selvajaria continua...

nuno xavier

Anónimo disse...

Vou reencaminhar isto para a CML

Anónimo disse...

E o 84 da Av. António Augusto de Aguiar?

Depois do estranho incêndio que consumiu o interior todo:

http://www.publico.pt/local/noticia/incendio-destroi-predio-devoluto-que-estava-a-ser-recuperado-no-centro-de-lisboa-1595707

Já está pronto para mais um tratamento à la Fachadismo:

http://www.sothebysrealtypt.com/imoveis/predio-lisboa-avenidas-novas_pt_8858

Jorge Araújo disse...

Apenas mais um bom exemplo de destruição a que assistimos em lisboa. Um grande bem haja ao Sr. Salgado, como sempre a trabalhar "bem" para a nossa cidade.

Anónimo disse...

O que diriam os da desgraçada vereação que temos e os seus apoantes se isto se passasse no tempo dos outros...