AVISO

AVISO

16/02/2012

CML vai atribuir 5.000 euros a investigadores

in DN, 15 Fev 2012. Via Lusa.

A Câmara de Lisboa vai oferecer 5.000 euros a investigadores que apresentem as melhores respostas a problemas da cidade sobre temas como inovação, participação e sustentabilidade, disse hoje a vereadora da Economia.

Num primeiro debate organizado para estimular a participação de estudantes e investigadores a pensarem sobre Lisboa e a lançarem-se neste prémio, o Academia LX, Graça Fonseca disse que o objetivo é "tentar cativar universidades, estudantes e investigadores que produzam conhecimento sobre questões concretas da cidade".
Recordando que na elaboração de teses de mestrado e doutoramento há que responder a perguntas específicas, Graça Fonseca adiantou que a câmara "dá um avanço" e escolhe os temas e questões a solucionar.
Economia e inovação, participação e governação e sustentabilidade e tecnologias de informação são as três áreas propostas pela câmara para pensar a cidade.
"Como é que as tecnologias de informação e comunicação podem ajudar a combater o isolamento dos idosos da cidade é uma das perguntas. Este é um desafio muito real em Lisboa, mas também noutras cidades", disse a vereadora.
Graça Fonseca adiantou que as resoluções apresentadas pelos investigadores podem "resultam em soluções para os problemas de Lisboa" e que a câmara "pode trabalhar com essa pessoas" nas soluções.
"Queremos que as pessoas pensem a cidade", rematou.
Para atribuir o prémio de 5.000 euros vai ser nomeado um júri que, para já, conta com a presença desta vereadora e com o reitor da Universidade de Lisboa. As candidaturas podem ser apresentadas até ao final de março.

6 comentários:

Filipe Melo Sousa disse...

ui.. cheques para os amigalhaços mandarem umas balelas politicamente correctas e bem-pensantes sobre ecologia e desenvolvimento sustentável

Anónimo disse...

PARA QUÊ MAIS PROJECTOS??

NUNCA SE CONCRETIZAM...

Xico205 disse...

Ainda ninguem mandou projecto nenhum e o vencedor já está escolhido. É o filho daquele... É sempre assim nestas iniciativas.

Filipe Melo Sousa disse...

E depois fazem uma jantarada patrocinada pela fundação paga pelo contribuinte a bajular o gajo bestial que tem ideias visionárias sobre a sustentabilidade. O juri para a entrega dos prémios são todos amigos.

Depois na semana seguinte é um dos gajos que estava no juri que recebe outro prémio e outra jantarada de bajulação pública, outro prémio. As mesmas pessoas

JOÃO BARRETA disse...

Talvez cada um de nós pudesse contrariar este azedume, quiçá, resignação, que a maioria vai demonstrando sobre este tipo de "desafios" e tentar desmentir assim aquela cena do conhecido filme Português em que Beatriz Costa (filha) diz para António Silva (pai) no tal concurso de Miss "qualquer coisa lá do bairro" - "Vamos embora paizinho, que isto é tudo uma grande aldrabice!!!!".
Assim não vamos a lado nenhum.Vá lá pessoal, mãos à obra.

Xico205 disse...

Vá tudo a dar palpites à borla para o filho do vereador ganhar o dinheirinho.

Prefiro investir no euromilhões que é mais transparente e sempre é menos dificil de ganhar apesar de ser uma em oitenta milhões de hipoteses.