Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

18/07/2013

O FAMOSO MUSEU DE LAUSANNE, "COLLECTION DE L'ART BRUT" SUBSCREVE A CANDIDATURA DE CLASSIFICAÇÃO DE EDIFÍCIOS DO HOSPITAL MIGUEL BOMBARDA !!


A "Collection de L'Art Brut", através da directora Sarah Lombardi (curadores visitaram há anos o Hospital e conhecem a colecção de arte, que consideram de alto nível europeu) junta-se às entidades e aos historiadores portugueses subscritores da Candidatura, com carácter de urgência, que aguarda decisão desde Março na Secretaria de Estado da Cultura/DGPC.

Um importantíssimo apoio internacional, do Museu fundado em 1976 por Jean Dubuffet, o criador do conceito de art brut - arte outsider, atualmente com 60.000 obras de 400 autores, o melhor e maior do mundo, e a referência máxima nesta categoria de arte.

Na carta, também é manifestado TODO O APOIO AO MUSEU DE SÍTIO alargado, proposto para o Hospital, dedicado à Arte de Doentes e Outsider, e às Neurociências, COM INTERCÂMBIO, como exposições temporárias, o que constituirá importantíssimo factor de prestígio para a museologia, artes plásticas e cultura em Portugal.

4 comentários:

Anónimo disse...


A História repete-se: os estrangeiros estimam e defendem mais o Património Português que os portugueses.

Espantoso é o célebre Museu de Art Brut de Lausanne apoiar co intercâmbio o Museu ESQUECIDO PELOS MEDIA (e muitos círculos culturais ...) do Hospital Miguel Bombarda.

Se o Museu for alargado e salvaguardado o Hospital, teremos exposições de Lausanne em Lisboa !!!!

Será que o Poder, o Min da Saúde NÂO ENTENDE E NÂO QUER ????????

Filipe Melo Sousa disse...

Apoio moral temos de todos os pseudo-intelectuais de esquerda pela europa toda. Dinheiro é que não há. Quem paga?

Anónimo disse...


Não sei o que isto tem a ver com esquerda/direita.

A proposta do Museu de Sítio não implica obras, pois as instalações estão bem conservadas. Não se pretende um Museu branco, sem identidade !
Sim ar condicionado, tabopan, iluminação. Seguranças os mesmos que lá estão, larga participação de trabalho voluntãrio, venda de peças na Galeria e objectos/livros na Loja, apoio de Laboratórios e mecenas, criatividade.
Muito diferente da burocracia e espavento dos Museus cenográficos com catálogos a 45 euros.
Um Museu DIFERENTE

Anónimo disse...

"Quem paga?"

O sr aqui de cima é que não é, este nem imposto paga uma vez que mudou de país de vez!