Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

01/07/2013

Mega-tela de publicidade na fachada da sede do DN (IIP), É LEGAL?


Att. IGESPAR/DRC-LVT
Cc. Media, AML


Exmos. Senhores


Vimos por este meio dar conta a esses Serviços de mais um caso gritante de falta de gosto e respeito pelo património edificado de Lisboa e, julgamos, em claro atropelo à legalidade, uma vez que este telão cobre um edifício classificado como Imóvel de Interesse Público.

Trata-se do edifício sede do Diário de Notícias, na Avenida da Liberdade.

Será que teve aprovação da DRCLVT / IGESPAR?

Na expectativa, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos


António Branco Almeida, Luís Marques da Silva, António Araújo, Fernando Jorge, Júlio Amorim

(18/6/2012)


...


RESPOSTA da DGPC a 1.7.2013:

Exmos Senhores,

«Encarrega-me a Senhora Diretora do DBC, Drª Maria Catarina Coelho, de comunicar que a DGPC não foi consultada sobre a instalação da referida tela publicitária, a propósito das Festas da Cidade de Lisboa, no edifício-sede do Diário de Notícias, classificado como IIP, pelo Decreto nº 1/86, D.R.I Série, nº 2, de 3 de Janeiro.

Mas se informa que foram solicitadas à CML explicações sobre o facto de não ter havido o obrigatório procedimento de autorização junto da DGPC.

Com os melhores cumprimentos,

Salomé Pereira
Assistente Técnico»

3 comentários:

Anónimo disse...

Era bom que de vez em quando colocassem artigos com temas positivos do que há de bom nesta cidade, senão este blog torna-se cada vez mais depressivo. Sempre que visito o blog encontro sempre assuntos de "deitar a baixo", chiça...
Deixem lá o cartaz que pelo menos traz alguma cor a esta parte da cidade.

Anónimo disse...

Olha, ainda há dias aqui se davam muuunntos parabéns à CML sobre o estado da Rotunda e nas fotos já se via essa coisa horrorosa.

Mas há tuga que gosta é de comer e calar (ver acima).

JR disse...

Sr Anónimo das 7:31:

"O maior cego é aquele que não quer ver"

E acrescento:

"Que não quer ver a essência de quem o governa e da sociedade à sua volta!

Fique lá a olhar para o cartaz fútil e colorido que faz alusão às SARDINHAS e às FESTAS POPULARES, o mesmo cartaz que está colocado ilegalmente na fachada de um EDIFÍCIO CLASSIFICADO E QUE FAZ PARTE DO PATRIMÓNIO DA CIDADE DE LISBOA!

Ao que chegamos...