Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

30/10/2008

90% das casas novas não passam no diagnóstico técnico e de qualidade

In Público, 20-10-2008

Números são resultado das vistorias de imóveis levadas a cabo pela empresa Checkhouse

Os números de um estudo feito pela Checkhouse são preocupantes e dão conta de que apenas 10% das casas portuguesas, vistoriadas por aquela empresa, cumprem todos os requisitos de qualidade, ao nível das infra-estruturas e instalações visíveis e invisíveis. Os acabamentos, isolamentos térmicos e humidade, assim como as deficiências nas instalações eléctricas e gás estão entre as principais falhas identificadas pela Checkhouse, uma empresa certificada nos serviços de diagnóstico técnico à qualidade dos imóveis.

O relatório Técnico e de Qualidade Checkhouse revela que «a qualidade das casas portuguesas não corresponde, na grande maioria, às expectativas dos proprietários, com 90% a registar problemas nas instalações eléctricas, 80% a apresentar falhas nos acabamentos e 76% problemas de humidade», conclui aquele documento.

Os resultados agora apresentados e que são consequência de 850 vistorias realizadas pela Checkhouse, na sua maioria a pedido de proprietários de casas novas, indicam também que as deficiências nos isolamentos térmicos afectam 73% das habitações, sendo que a sua origem está ligada à «existência de pontes térmicas, ou seja, de zonas em que a estrutura não está isolada, deixando passar o frio e o calor».

Os problemas de humidade e as deficiências nos isolamentos térmicos são «duas das questões que mais preocupa os portugueses que querem comprar uma casa, porque implicam obras por vezes complexas e, em especial, porque o frio e a humidade estão relacionados, quer com a saúde e conforto quer com um dispêndio extra de energia», nota Carlos Oliveira, director-geral da Checkhouse.

FOTO: Será que estes miseráveis blocos para realojamento erguidos pela CML no Parque Florestal de Monsanto (e em zona de protecção do Aqueduto das Águas Livres) passam no diagnóstico? Num diagnóstico de qualidade estética e de integração na paisagem não passam.

6 comentários:

Anónimo disse...

Factos deprimentes. O que só vem reforçar a urgência do nosso país começar a recuperar do atraso que tem em matéria de reabilitação urbana. Porque, se o que estamos a construir de novo é tamanha porcaria (que legado problemático vamos deixar para as próximas gerações) então o melhor é reciclar o património do passado.

Filipe Melo Sousa disse...

E quantas casas antigas passariam o teste? Provavelmente nenhuma.

As expectativas moram provavelmente no mundo da lua...

Anónimo disse...

Uma casa antiga, devidamente reabilitada e actualizada (e não as obras de fachada que para aí se vê) cumpre mais facilmente os requisitos técnicos. Logo pela performance térmica; com as suas paredes de alvenaria grossa, têm um comportamento térmico invejável logo à partida (nas casas novas é preciso equipar a casa com isolamentos térmicos de raiz).

Arq. Luís Marques da silva disse...

...e aparelhos mecânicos de aquecimento e arrefecimento,de alto consumo de energia.

Arq. Luís Marques da silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Casas com boa qualidade de isolamento térmico em Portugal.....nem 1% !

JA