AVISO

AVISO

09/02/2013

A propósito ... da Reabertura de circulação total na Linha de Cascais.


Editorial, hoje, no Público
Um susto brando que é um aviso sério 
Dois descarrilamentos numa só linha, com intervalo mínimo, é raro. Mas foi isso mesmo que sucedeu ontem na linha de Cascais, primeiro em Algés e depois em Caxias. A Refer adiantouse a dizer “não pode haver uma relação de causalidade entre um e o outro”, mas fê-lo cedo de mais. O mais certo (o que dirão os inquéritos?) é que a avaria do primeiro comboio, com parte da composição a arrastar-se de “rodas presas” e a desgastar os carris à sua passagem, tenha influído no descarrilamento do segundo, que aliás, por precaução, seguia já a uma velocidade muito baixa. À primeira vista, a cautela humana evitou um desastre de grandes proporções. E tudo se passou como num pequeno contratempo, apesar dos danos materiais. Mas quantas vezes poderá, ali, repetir-se tal “sorte”? Dirão talvez que não há dinheiro, mas a “poupança” pode, a prazo, ter aqui riscos enormes. O episódio de ontem foi apenas um susto brando. Que fique, para todos, como um aviso sério.

1 comentário:

Xico205 disse...

Tá-se tudo a cagar para os comboios, ninguem comenta. O pessoa daqui é chique anda de carro, transportes publicos é para o povo abominado por aqui.