NÃO PERCA:

NÃO PERCA:

15/02/2013

POSTAL DA BAIXA: Rua da Prata


2 comentários:

Julio Amorim disse...

A Candidatura a património mundial deveria ter sido lá para 1950....

Anónimo disse...

Baixa em 2025:

Saio do meu bimbalino, todo betonizado (ai que classe e que chique...)
e tomo o pequeno almoço em um dos milhares de estabelecimentos torpes e penosos ali da esquina!
Compro um par de meias e um boné no chinês e um postal no indiano.
De seguida vou almoçar a uma das dezenas de esplanadas que estão localizadas nas ruas centrais da baixa e sento-me nas requintadas cadeiras de plástico que proliferam por os passeios daquela zona deixando somente meio metro de espaço para os peões se deslocarem Hmmm já sinto o cheirinho a lixo a urina e gordura dos óleos das panelas e frigideiras.
Qual rosas, qual maresia....

Pego no meu garfo (que estava pousado em cima da típica protecção de papel que é colocada por baixo dos pratos e que estava cheio de nódoas duvidosas) e reparo que este ainda tem restos de comida seca colados, abrem logo o apetite!

Para fazer a digestão vou dar o meu passeio diário pela a frente rio, pelo caminho delicio-me com a azafama ao pé da estação fluvial em volta da nova loja do cidadão, ao longe vejo o xico a andar por ali com a sua nova roulote de comes e bebes, revestida de alumínio, parece que está a ser um sucesso.
Como se não bastasse uns metros mais a frente sento-me na nova bancada de "eventos" da ribeira das naus e delicio-me com a vista para a Agência Marítima e o novo edifico da EDP, qual mar qual quê os marmachos é que é!