APAREÇA! É GRÁTIS!

APAREÇA! É GRÁTIS!

06/02/2013

Descubra as diferenças:

Na Avenida Cinco de Outubro.

Fotos: Horacio Novais (FCGulbenkian) e Panoramio.

11 comentários:

João disse...

A diferença é que em caso de sismo, o primeiro aguenta-se sem grandes estragos, enquanto o segundo se desmoronaria, matando boa parte dos seus habitantes, dada a extrema fragilidade da sua construção.

Xico205 disse...

E qualquer pessoa de bom senso diz que o primeiro está muito melhor e diz que deveria ser um exemplo a seguir em todos os outros.


Eu tambem gosto muito e vw carochas, Renaults 4 e morris mini mas já não são carros que se adequem ao dia a dia e a câmara até os quer proibir.

Tudo tem o seu tempo e os obsecados com o fora de época simplesmente são anormais.

Anónimo disse...

Como sabe que a construção era frágil?
É especialista em engenharia de estruturas? Que tipo de testes fez ao imóvel antes e depois para suportar as suas conclusões.
Lugares comuns valem o que valem!

Anónimo disse...

Podia entrar em pormenores mas ficava aqui o dia todo e agora não tenho muito tempo, se alguém quiser começar...
Mas basicamente o primeiro é chinês o segundo é original e era só classe!

Em resposta ao João, existe uma técnica chamada reabilitação estrutural de edifícios antigos, faz-se muito em civilizações que pertencem a um conjunto de Países chamados Europa.
E sim fica muito longe de Portugal!

Anónimo disse...

Até aposto que essa segurança anti-sismo era impossível sem a adulteração da estética do edifício...

João disse...

Em resposta ao anónimo da 1:42

Por acaso tenho lido, por motivos profissionais, muitas coisas sobre as técnicas de construção destes edifícios. Salvo raríssimas excepções, todo o edificado das chamadas avenidas novas é extremamente frágil, nem sequer havendo grandes diferenças entre um prédio modesto do Bairro Andrade ou um prédio de gama alta da Av Duque D'Ávila.

Quanto à reabilitação anti-sísmica, sim, é possível, mas não é feita em Portugal (não é exigida nem pela lei nem pelos proprietários, que desconhecem o perigo) e em geral a reabilitação que é feita neste tipo de edifícios ainda os deixa mais frágeis estruturalmente.

Acho bem que defendam a reabilitação com medidas anti-sísmicas, o que não faz sentido é elogiar, como tenho visto por aqui, casos em que a reabilitação se limita a pintar fachadas e deitar umas paredes abaixo para aumentar a área das divisões.

Anónimo disse...

Caro Xico 205, mas você tem 5 anos? Os seus comentários são do mais infantil e desnecessário que se pode ver num blog deste tipo.Vá aprender com Viena, Paris, Amesterdão, Riga, Estocolmo (...) e perceba como estas salvaguardam o seu património. Cá faz-se uma reabilitação decente de 5 em 5 anos, lá fazem-se todas as semanas.

Anónimo disse...

João:

"Acho bem que defendam a reabilitação com medidas anti-sísmicas, o que não faz sentido é elogiar, como tenho visto por aqui, casos em que a reabilitação se limita a pintar fachadas e deitar umas paredes abaixo para aumentar a área das divisões."
________________________________

Sim? Em que artigo leu isso?

Anónimo disse...

Xico205:

Vá ver os episódios gravados do Querido Mudei a Casa, que mais se adequam ao seu intelecto e consequentemente ao seu nível de cultura!

Graças a Deus! Bradam aos Céus os cidadãos dos Países Europeus!
Graças a Deus que o xico é Português!
Infelizmente nós é que temos que "levar" com os Zés....

João Rosas disse...

Ui,ui... aquelas mansardas são do mais raquítico que existe, Lisboa está cheia delas.

Nunca mais me esqueço de um grupo de Franceses que olhava para um edifício semelhante ali ao pé do Príncipe Real e diz qualquer coisa como isto:
"As mansardas de Lisboa são agora isto..."
Quanto ao edifício, aposto que a fachada e a estrutura é toda a betão armado, que classe....

E as varandas? Aquilo é ferro? Duvido muito...

Ornamentos,desenhos,pilares que estavam na parte superior do edifício foram todos à vida,boa...

Ah e não nos esqueçamos das clássicas janelas de Janelas de pvc

Se a palavra manutenção e preservação da fachada significa isto, nem quero pensar no estado em se encontra o interior.
Será estilo Q Mudei A Casa, como já referiram anteriormente?

Que sociedade mais Bimba!
Fazem das louças de couves do Bordalo uma brincadeira de crianças

Xico205 disse...

Anónimo disse...
Xico205:

Vá ver os episódios gravados do Querido Mudei a Casa, que mais se adequam ao seu intelecto e consequentemente ao seu nível de cultura!

Graças a Deus! Bradam aos Céus os cidadãos dos Países Europeus!
Graças a Deus que o xico é Português!
Infelizmente nós é que temos que "levar" com os Zés....

11:22 AM
------------------------

Por acaso acho um programa extremamente util e que dá muito boas ideias. Por acaso candidatei-me a ele a ver se conseguia umas obras à borla cá em casa, mas infelizmente não fui selecionado, já ouvi dizer que aquilo funciona com cunhas como em tudo na vida ou tens um padrinho ou...já foste.

Eu por acaso sou cidadão dum país europeu e não brado aos ceus.
Tambem dou graças a deus de ser português. Adoro Portugal e as tradições portuguesas. :)