Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

22/11/2013

CAFÉ CENTRAL


In O Corvo (22.11.2013)
Texto: Rui Lagartinho Fotografias: David Kong

«Se traçarmos uma bissetriz à baixa lisboeta que corresponda ao quadrilátero das ruas pombalinas, podemos dizer que a Casa Pereira da Conceição, a meio da Rua Augusta, está no centro do centro. E tem um horário peculiar.

O aroma do café que é moído a toda a hora chama-nos para dentro, há oitenta anos. Aos moinhos, a cuidar com esmero de cada grão do lote estrela da casa, o Pereira da Conceição – uma mistura de arábicas provenientes de São Tomé, Colômbia e Timor com um toque de grãos robusta -, está uma terceira geração familiar.[...]»

...

Esta loja devia ser classificada, primeiro. Acarinhada, segundo. Ajudada, terceiro. Chama-se a isso urbanismo comercial, algo que a CML desconhece desde sempre. Até quando?

2 comentários:

Anónimo disse...

Pois devia, mas neste pais de saloio o mais provável é tal não acontecer É rezar para que não desapareça e para que os interiores não acabem por ser vendidos à unidade:

http://lisboacity.olx.pt/candeeiros-iid-444705171

Anónimo disse...

a única ajuda que a loja pode ter é aquela que recebe dos seus fregueses.

a verdade é o café comprado a grão para ser moído em casa ou na altura da compra tem os dias contados, por razões óbvias... há uma maneira bem mais simples e limpa de fazer café em casa.

isto não quer dizer que a loja irá desaparecer. mas precisará de mudar...