Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

04/11/2013

ESTÁTUAS DE LISBOA REGRESSAM À VIDA


In O Corvo (4.11.2013)
Texto: Isabel Braga Fotografia: Fernando Faria

«A Casa dos Gessos, uma dependência do Museu Militar de Lisboa, situada perto do Panteão Nacional, é um lugar único: uma enorme sala quadrangular com um pé direito da altura de um edifício de dois andares, no centro da qual está guardado o molde em gesso da estátua equestre de D. José, que ornamenta o Terreiro do Paço.[...]

A Casa dos Gessos não está habitualmente aberta ao público, sendo apenas visitável mediante uma requisição dirigida ao Museu Militar. Mas, desde o princípio de Outubro e até 6 de Janeiro, o acesso é livre, de terça a sexta-feira, da parte da tarde, entre as 14h e as 18h, uma vez que dois artistas, Miguel Proença e Maria Tomás, escolheram o local para realizarem duas intervenções distintas: o primeiro apresenta uma fotografia – única – das figuras em gessos ali guardadas; a segunda montou uma instalação que dá maior realce às esculturas, aplicando nas paredes ao longo das quais se alinham um material sintético negro que lhes permite destacarem-se daquelas com uma nova luz.»

...

Finalmente, a Sala dos Gêssos pode ser visitada sem ser apenas em visitas organizadas! Uma boa notícia!

3 comentários:

Loff disse...

Quero lá ir! Qual a morada? Obrigado.

Paulo Ferrero disse...

Antiga Fundição de Cima, em frente às escadarias do Panteão de Sta. Engrácia, ao fundo de um pequeno arruamento sem saúda: portão e zás, sala dos gessos.

Loff disse...

Obrigado.