Conferência-26 de Abril-9:30-Anfiteatro Ventura Terra (MAC)-Entrada Livre

Conferência-26 de Abril-9:30-Anfiteatro Ventura Terra (MAC)-Entrada Livre

15/07/2009

Roseta e Costa podem estar à beira de um acordo para a Câmara de Lisboa

In Público (15/7/2009)
Inês Boaventura

«Vereadora dos Cidadãos por Lisboa quer o Urbanismo, que sairia das mãos de Manuel Salgado, e o segundo lugar na lista. Nunes da Silva poderá ser o responsável pela mobilidade


A vereadora Helena Roseta deverá anunciar hoje ou amanhã se estabelece um acordo com António Costa e o Partido Socialista para as eleições autárquicas de Outubro. Segundo alguns membros do movimento Cidadãos por Lisboa, a negociação passa pela inclusão de dois elementos do movimento em lugares elegíveis, cabendo a Roseta o número dois da lista do PS, a que corresponderia a vice-presidência da câmara, em caso de vitória socialista.

Segunda-feira à noite, a vereadora promoveu um encontro do movimento Cidadãos por Lisboa, no qual foi debatido o eventual acordo. Segundo a assessora de imprensa de Helena Roseta, a discussão prolongou-se por várias horas e envolveu cerca de 40 pessoas, das quais apenas uma minoria se terá pronunciado contra um entendimento.
Esta fonte não quis adiantar quais os lugares na equipa de António Costa que estão em discussão, mas elementos do movimento confirmaram ao PÚBLICO que a hipótese em cima da mesa é Helena Roseta ser o número dois da lista do PS e ter um outro candidato em lugar elegível. Esse candidato não deverá ser a actual vereadora Manuela Júdice, por questões de paridade de género.
Além do antropólogo e professor universitário Manuel João Ramos, que chegou a desempenhar durante quase um ano o cargo de vereador dos Cidadãos por Lisboa no actual executivo, um dos nomes que estarão a ser equacionados por Roseta para integrar a lista do PS é o de Nunes da Silva, professor univeritário na área dos transportes.
Nunes da Silva não negou esta hipótese, mas disse ao PÚBLICO que discuti-la "é pôr o carro à frente dos bois". "Neste momento o que há é conversações entre a arquitecta Helena Roseta e o presidente da câmara. Primeiro tem que haver um acordo relativamente a um conjunto de situações e depois disso se irá ver", disse o professor, que esteve ligado ao Bloco de Esquerda e ao movimento que o antecedeu.
Um activista dos Cidadãos porLisboa adiantou que a ideia seria Nunes da Silva assumir o pelouro da mobilidade, ficando Roseta com a pasta do urbanismo ou pelo menos parte dela, para não esvaziar aquela que é actualmente a área de competências do vereador Manuel Salgado, que ao que tudo indica deverá continuar na autarquia.
Helena Roseta recusou-se a fazer qualquer declaração sobre o assunto, remetendo os esclarecimentos para a sua assessora de imprensa, segundo a qual a vereadora está a "reflectir" e anunciará uma decisão até ao fim da semana. O facto de António Costa embarcar amanhã para o Brasil, em viagem oficial, poderá, porém, apressar o desfecho. Quanto a eventuais dificuldades no lançamento de uma candidatura autónoma por razões financeiras, que têm sido referidas, a porta-voz disse que "é sempre muito mais difícil" para um grupo de cidadãos do que para um partido, mas negou o peso deste factor na decisão sobre o acordo.
Anteontem, durante a apresentação da sua candidatura, António Costa apelou a uma união suprapartidária e agradeceu o trabalho das vereadoras Helena Roseta e Manuela Júdice, gesto que foi interrompido por aplausos dos presentes. Ontem, na apresentação pública da revista Ops! (Opinião Socialista), Manuel Alegre declarou que o acordo entre Costa e Roseta "é possível, é desejado, é bom para o governo da cidade". "Se ele se concretizar - como espero -, terá todo o meu apoio", concluiu.»

18 comentários:

Anónimo disse...

Incrivel, não acredito que Antonio Costa possa tratar desta maneira o Vereador Arq Manuel Salgado desta maneira, um urbanista respeitado com trabalho feito. Esta situação é absolutamente indecente.
Será que a Sra Arquitecta ainda não pagau as contas da campanha de 2007. E não quer correr o risco de ficar a pagar as de 2009, vai daí o arranginho.
O Vereador Manuel Salgado é um excelente Vice Presidente e assim deveria ficar, a arquitecta que bateu com a porta no PS não tem lugar nesta equipa.

Anónimo disse...

Já agora gostava de conhecer qual é a posição do AUTOR deste blog nesta questão.

Anónimo disse...

Pela boca morre o peixe!

O Zé era um vendido, e a Roseta? já não é?

Anónimo disse...

Acho bem que a roseta se junte.

Tudo vale para o PSL não ganhar. até vender a alma ao diabo.

Sem cinismos.

Agora, vai é ter de engolir as bocas ao Zé...

Anónimo disse...

o salgado não é vice presidente, o costa nunca confiou nele para isso. e fez muito bem. ao exigir o urbanismo, a roseta está a pedir para controlar o ganha-pão do ps e da malta que financia o ps. não será pedir demais?

Gustavo Menezes disse...

O Manuel Salgado é Vereador do Urbanismo enquanto arquitecto (pertence à Promontório, a quem a CML tem atribuído muitos projectos), o que é pior que o António Costa ser comentador enquanto Presidente da Câmara (e isso é muito mau).

Isto da Roseta é uma situação infeliz. Para ela e para Lisboa. Afinal já não é o que era há dois anos.

Anónimo disse...

o salgado pertence à promontório? qual quê! pertence mas é ao grupo espírito santo e serve os interesses dos fundos imobiliários desse grupo com terrenos na parte oriental da cidade, por isso é que continua a reunir-se às escondidas com essa malta, que é o que toda a gente aqui no urbanismo da cml sabe, pensam que somos estúpidos, mas não somos!

Gustavo Menezes disse...

caro anónimo, tem toda a razão, pertence ao GES, não à Promontório

Anónimo disse...

Qual é a credibilidade deste blog depois do acordo Roseta - Costa ?

Xico205 disse...

Se não consegues vencer o inimigo, junta-te a ele!!! LOOOL

Anónimo disse...

"Qual é a credibilidade deste blog depois do acordo Roseta - Costa ?"

Ah pois é!

Tanto se meteram em politiquices e agora são conotados.

O blog deve ser um movimento de cidadãos apartidário. o que deixou de ser há uns tempos.

agora é visto como um braço da roseta.

eu avisei (e ainda disseram que não tinha cultura democrática).

Anónimo disse...

Crónica de uma Morte Anunciada.
É realmente um dramático e triste fim para este blog, e uma desilusão para aqueles que o seguiram com entusiasmo.

Anónimo disse...

Vender a alma ao diabo tem o seu preço.

Pena que não tenham sabido manter a distância. Do reporte de situações da cidade e propostas de melhoria, sempre sem entrar em partidarismos, passaram a divulgadores da acção política da Roseta e a publicar posts contra a CML e o Governo.

Permitiram que entrassem membros que inundavam o blog com os mesmos temas, apenas com consideraçõe pessoais, acusações, sem que daí se retirasse um proposta ou crítica contrutiva.

Foi definhando.

Agora, não sei como dão a volta à situação e recuperam o prestigio deste forum.

Prosista disse...

Agora é que aquela coisa da acupuntura urbana vai ser aplicada com o maior êxito aos problemas da nossa capital...

rec disse...

há aqui alguém a repetir várias vezes o mesmo discurso, cheio de vontade de difamar o blog (vÊ-se logo que é a mesma pessoa).

Como leitor há muito tempo, já deu para perceber que há aqui pessoas de todos os quadrantes - rosetas, rosas, PSDs, CDs e acho que até um monárquico. Sobretudo muitos apartidários com vontade de fazer algo por Lisboa (algumas vezes certo, algumas vezes errados - é o problema de quem "faz" e não assobia para o lado).

Parece que alguém anda a ler mal. Mas para dizer mal e criticar por criticar, tudo serve.

Anónimo disse...

este blog é giro.

se há diversas pessoas com a mesma opinião é porque é a mesma.

se alguém está a favor de uma decisão do governo ou da CML é porque pertence a um deles ou anda a roubar com eles

se alguém não é da mesma opinião do blog é parvo ou estupido, porque não é tão iluminado...

é preciso uma paciência

cpinto disse...

Acho que não se deve é confundir o blog com os comentadores. Nem confundir um dos autores com todo o blog - já li aqui discussões entre autores do blog.

Pedro Matias disse...

Não entendo a indignação de alguns com a aliança de Roseta e Costa. Se ninguém é dono dos votos de ninguém, também não é proibido a ninguém coligar-se com quem quer que seja.
Santana coligou-se com os meninos do Caldas e com os monárquicos; não compreendo a surpresa de Roseta se unir a Costa, e muito menos se entende a indignação suscitada.

Posso enganar-me, claro, mas quero acreditar que esta aliança não só vai salvar a cidade das garras de Santana como também vai trazer nova dinâmica e micro-política ao executivo de Costa. Espero que sim. Até porque Roseta pode agora ter condições para cumprir certas promessas.