14/02/2009

Pedidos de indemnização à Câmara chegou aos 350
Sete milhões de euros para recuperar o pavimento de Lisboa 13.02.2009
Durante o ano de 2009 a Câmara Municipal de Lisboa vai gastar sete milhões de euros no plano de repavimentação para recuperar as faixas de rodagem e calçadas em vários locais da capital.

O investimento - que segundo o presidente da autarquia é o maior realizado pela autarquia em obras deste tipo nos últimos sete anos - contempla a manutenção e conservação de pavimentos em 273 arruamentos, em curso desde Janeiro último, nas quais se integram 28 intervenções de maior profundidade identificadas anteriormente na cidade de Lisboa, explica o documento a que a Lusa teve acesso.
Do total de investimento, cinco milhões de euros destinam-se a obras em faixas de rodagem, um milhão para intervenções em calçadas e o restante para trabalhos na rede de saneamento a realizar ao longo de 2009, refere ainda o documento.
O estado das ruas de Lisboa obrigou 350 automobilistas a fazer pedidos de indemnização à câmara de Lisboa durante 2008, devido a danos causados nas viaturas pelos buracos nas ruas. Destes, a câmara viu-se obrigada a pagar cerca de metade.
Estado das ruas devido à “falta de intervenção atempada
Segundo o plano da autarquia, as obras não começaram antes do Inverno devido à chuva "dificultar" os trabalhos e devido à "situação financeira" da autarquia que só possibilitou iniciar os procedimentos com concursos a partir do final do primeiro semestre de 2008.
A degradação a que chegaram muitas ruas de Lisboa deve-se à "falta de intervenção primária atempada", nomeadamente ausência de conservação e manutenção regular dos pavimentos. As intervenções a efectuar dividem-se em três tipos: construção / reconstrução de pavimentos, recarga de pavimentos e conservação / manutenção de pavimentos.
As primeiras contemplam intervenções no ramo poente do nó da Avenida Calouste Gulbenkian com a Rua de Campolide, terraplanagens, pavimentação e drenagens no Casal Vistoso (Areeiro), reabilitação de pavimentos no bairro das Terras do Forno (Belém) e reabilitação de pavimentos no Campo Pequeno (reconstrução dos topos Sul e Este).

Os trabalhos de recarga de pavimentos integram, entre outras, intervenções em nove avenidas (Duque de Loulé, Casal Ribeiro, Lusíada, Gomes Pereira, Defensores de Chaves, Colégio Militar, Lusíadas, José Malhoa, Brasil, Infante D. Henrique, entre outras), na Estrada de Benfica, Praça de Espanha, Calçada do Patriarcal, Largo da Estefânia, 14 ruas e em algumas zonas de acesso ao Eixo Norte-Sul, nomeadamente na da Avenida das Forças Armadas.

Ao nível da conservação e manutenção de pavimentos as intervenções abrangem quatro avenidas (Descobertas/Estrada de Caselas, Brasília, Duque de Loulé e Infante D. Henrique), Alameda das Linhas de Torres, Calçada da Ajuda, Estrada do Paço do Lumiar, Praça do Império, calçada da Ajuda, Alameda D. Afonso Henriques e 14 ruas.
PUBLICO

2 comentários:

Anónimo disse...

Já agora se pudessem dar um jeitinho na Rua Virgilio Correia em S.Domingos de Benfica a populaça agradecia.........

Xico205 disse...

...e na Rua Abranches Ferrão sua perpendicular no topo sul.